sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Dançar é bom, emagrece e faz bem

Emagrecer com qualidade de vida envolve três fatores básicos: o nutricional, o emocional e o físico. Somente a integração eficaz e progressiva desses fatores permite conquistar e manter um corpo saudável. Resultados muito rápidos e aparentemente milagrosos são de curta duração. Sem uma mudança efetiva de hábitos é praticamente impossível não voltar a engordar dentro de pouco tempo.A falta de equilíbrio emocional pode ser o fator preponderante para o aumento de peso. Quando isso ocorre, o ato de comer torna-se a mais importante fonte de prazer para a pessoa. Os alimentos são consumidos compulsivamente para diminuir o estresse, a angústia, as frustrações e o sentimento de culpa. Esse comportamento conduz inevitavelmente ao aumento de peso, provocando obesidade e agravando ainda mais os sentimentos negativos. Dança de salão é o nome genérico dado às formas de dança em que o par de dançarinos mantém contato físico praticamente o tempo todo. Samba, bolero, salsa, forró, merengue e tango são exemplos de ritmos musicais próprios para a dança de salão.
As pessoas que têm o hábito de dançar em salões apresentam uma mudança significativa de comportamento: menos timidez, mais confiança, mais vontade de encontrar os amigos e de sair para as baladas. O equilíbrio emocional, tão importante para emagrecer e manter o peso desejado é mais facilmente alcançado e se torna um fator decisivo para conquistar um corpo mais saudável.
O equilíbrio emocional, tão importante para emagrecer e manter o peso desejado é mais facilmente alcançado e se torna um fator decisivo para conquistar um corpo mais saudável.A dança virou quase uma mania. Surgem em toda parte academias que ensinam desde o tango até o zouk. Bares afastam mesas e cadeiras para abrir espaço para quem quer dançar. A dança de salão produz muitos benefícios do exercício físico e constitui uma alternativa para os que não se adaptam à rotina das academias. Em uma hora é possível queimar até 700 calorias.
Quanto maior a prática e a habilidade para dançar, maior será o gasto calórico, pois o ritmo será seguido com menos pausas.Dançar aumenta a freqüência cardíaca, estimula a circulação do sangue, melhora a capacidade respiratória e queima muitas calorias. A dança de salão é essencialmente uma atividade social e provoca uma sensação de bem-estar psicológico. Permite a troca de experiências, estimula o diálogo e aumenta a motivação.Homens e mulheres procuram a dança por motivos diferentes. Elas vão em busca de uma atividade prazerosa que possa aliviar as tensões do dia a dia e que facilite fazer novos amigos. Eles geralmente vão arrastados pelas esposas e namoradas. Os solteiros freqüentam os cursos de dança para conhecer pessoas ou para perder a timidez.Existe o preconceito de que dança de salão é "coisa de velho" e de que alguns ritmos, tais como o bolero, é "coisa careta". Ao freqüentar os salões de dança, esse conceito muda rapidamente e todos acabam adorando dançar.
Para aproveitar todos os benefícios dessa atividade e arriscar os primeiros passos, o ideal é freqüentar um curso de dança de salão. Mesmo que no começo pareça difícil sincronizar os passos com os do parceiro, com mais ou menos três meses de aula até os mais desajeitados já "fazem bonito".
A dança de salão está na moda e pode ser uma boa alternativa para queimar muitas calorias. Além disso, é possível conhecer um monte de gente e divertir-se para valer. Experimente, não há contra indicação.