terça-feira, 18 de março de 2008

Para falar a língua das academias: Terminologia parte 2

 SÉRIE É a unidade de trabalho em que o exercício é desenvolvido, composta por ciclos de um determinado movimento. Está composto por repetições. Por exemplo, uma série de dez repetições na barra fixa.

 REPETIÇÕES: (Ou reps) É o que compõe a série, é o ciclo supra citado, suponhamos que você está pendurado na barra fixa, você contrai os músculos de seus braços e costas de forma que seu corpo sobe e seu queixo vai acima da barra, então, você se permite descer, retornando à posição inicial, isso foi uma repetição.
Repetições sempre devem ser feitas de forma lenta e controlada! Na dúvida diminua um pouco o peso e faça sempre mais devagar, nunca mais rápido! Tem nos movimentos dinâmicos (na realidade Auxotónicos) duas partes:

- FASE POSITIVA: (Contração isotônica concêntrica) é aquele em que nós fazemos a força de encontro a uma resistência, também chamamos concêntrico, encolhimento ou acelerador. A nível muscular ocorre um impulso para o encolhimento das fibras. No exemplo anterior, seria sua "subida" o tempo/movimento compreendido entre o momento em que você está pendurado até o que seu queixo passa a altura da barra.

- FASE NEGATIVA: (Contração isotônica excêntrica) que é oposto ao anterior, é o mesmo que dizer que a resistência trabalha na mesma direcção que nós. Também conhece-se como excêntricos, de travamento ou retardador. Nas estruturas muscular ocorre uma extensão das fibras. O seu efeito pelo treino é a ruptura muscular da fibra. Seria a "descida" desde o momento em que você está com o queixo acima da barra até sua volta lenta à posição inicial, é o momento mais produtivo da repetição.

 ISOMETRIA: (Contração Isométrica ou Repetições Estáticas) É a manutenção da contração muscular, sem no entanto realizar movimento, no exemplo anterior, seria você estar parado com o queixo acima da barra, ou no meio do movimento; Muitos atletas costumam usar repetições estáticas quando estão lesionados, a fim de não interromper seus treinos, alguns treinadores recomendam alguns segundos de isometria durante as reps: você executaria a fase positiva na barra fixa, pararia por alguns segundos no alto e então desceria.

 CADÊNCIA: Divisão do tempo em cada fase da repetição, por a negativa ser mais produtiva, geralmente os atletas costumas investir mais tempo nas mesmas, exemplo: cadência 3-1-6; 3 segundos na positiva, 1 segundo de estática e 6 na negativa.

[color=red] OBS: Os músculos geralmente são 20% mais fortes na fase estática (para segurar o peso) do que na positiva, e ainda 20% mais fortes na negativa do que na estática, o que implica que se você é capaz de erguer controladamente 100kg. Será capaz de executar uma estática com 120 e uma negativa com 140kg.[/color]

 GRUPO MUSCULAR: Zona do corpo implicado no trabalho muscular. Em um exercício geralmente implica-se um ou dois grupos importantes mas é necessário saber que há muitos músculos pequenos que trabalham também embora não se saiba. Além de que é impossível isolar um único grupo muscular com o treinamento dinâmico.

 DESCANSO: Período de tempo entre a série ou entre músculos ou mesmo entre os treinos.

 EXERCÍCIO: Implicação muscular que envolve ao menos uma articulação ou um músculo. No Culturismo geralmente tem sempre o movimento nos dois sentidos como vimos anteriormente (positivo e negativo). Geralmente quanto maior é a atuação do movimento maior serão a quantidade de fibras muscular ativadas, maior o estiramento da articulação e consequentemente os seus benefícios.