quarta-feira, 9 de abril de 2008

Bicicleta: paixão nacional

A magrela é sensação na França e Espanha. Está ocupando o lugar dos carros e o planeta agradasse por está atitude. Faz muito sucesso por aqui. É sonho de consumo de muitas crianças, adolescentes e adultos. Com o passar dos anos ganhou leveza, novos modelos e diversos acessórios.

O professor e atleta Beto Líber tem paixão por bicicleta. Ela serve para a prática de esporte, diversão e meio de transporte. "Em dias chuvosos é uma tragédia ter que tirar o carro da garagem e enfrentar o trânsito sem fim da cidade", diz o professor. Os treinos "indoor" são importantes. O ambiente fechado ajuda a controlar a temperatura, hidratação, alimentação, ritmo de pedalada e força exercida. Ao ar livre temos que trabalhar aspectos que dentro da academia são impossíveis de simular - vento contra, lateral e a favor, frio, calor, chuva, obstáculos, equilíbrio, coordenação motora, habilidades na troca de marcha e percepção de espaços (carros, caminhões, ônibus, motos, pedras, árvores).

O ideal é mesclar as modalidades. Treinos durante a semana na academia e fim de semana sair com os amigos e encarar parques ou trilhas.Existem alguns mitos e verdades que envolvem a prática da bike, por exemplo, pedalar não engrossa as pernas. Se ganha massa magra e tônus muscular nas pernas, glúteos e coxas. Spining é uma aula cardiovascular, portanto coloque carga na bike, assim terá segurança na evolução do treino. Quem pedala na academia sabe pedalar nas ruas. Existe um período de adaptação e orientação - saber regular o banco (selim), distância entre o corpo e o guidão e todos os acessórios de segurança. O despreparo pode causar sérios problemas nas articulações. Bicicleta ergométrica em casa, na maioria das vezes, se transforma em um ótimo cabide ou em um treino sem evolução, por não ter acompanhamento especifico. "Procure uma academia, faça sua matrícula, invista seu dinheiro em você com segurança e conheça pessoas novas", comenta Beto Liber.

Dicas
- A bicicleta e o capacete têm tamanho certo para cada tipo de pessoa. Use todo o material de segurança que o esporte requer. Peça ajuda a um especialista
- Nunca inicie uma atividade física sem consultar um médico. Para acelerar o treino, o ideal é a parceria entre o professor de educação física e uma nutricionista
- Pedalar é um ótimo remédio contra a depressão. É uma atividade praticada em grupo e em ambientes agradáveis junto à natureza
- Não pratique nenhuma atividade em jejum e hidrate-se antes, durante e depois - Use bermuda com forração especial ou banco de gel. Evite desconfortos gerados por assaduras ou simplesmente pelo contato com o selim
- Use filtro solar na pele e lábios
- Óculos de sol
- Tenha noções de mecânica preventiva e aprenda trocar pneu. A bike precisa de manutenção. Faça revisões periódicas. Esta atitude conservará seu equipamento por mais tempo. Diminuindo o risco de acidentes. - Leve sempre uma bomba portátil para calibrar pneus, câmara reserva e ferramentas básicas
- Não pedale em rodovias ou trilhas sem companhia, em caso de acidente, essa imprudência pode ser fatal
- Deixe seu "ipod" em casa. Nas ruas ou trilhas toda a atenção deve permanecer no percurso escolhido.
- Não exagere
- escute seu corpo.

Regras básicas:
- não pedalar em calçadas e entre carros.
- Utilize sempre a mão de direção correta.
- Sinalize suas mudanças de pista.
- Respeite os pedestres e a faixa reservada para eles.

* Beto Liber é professor de educação física, personal trainer e atleta da Fórmula Academia.

Fonte: http://www.educacaofisica.com.br/noticias_mostrar.asp?id=3775