quinta-feira, 29 de maio de 2008

A importância dos líquidos para um organismo saudável

O ser humano retira de inúmeras fontes ingredientes para manter seu corpo em funcionamento. Ter uma boa noite de sono, praticar exercícios e alimentar-se bem são apenas algumas das ações que contribuem para que o organismo se mantenha em equilíbrio. Entre essas substâncias, entretanto, existe aquela que reina, fazendo com que tudo permaneça em harmonia: a água.

Não há dúvidas: os líquidos são essenciais para um corpo saudável. "Para começar, além do caráter básico da hidratação, todas as reações metabólicas do nosso organismo acontecem em meio aquoso", explica Ana Beatriz Baptistella, nutricionista da VP Consultoria Nutricional. Deixar de ingerí-los prejudica não apenas o corpo em seu interior, mas pode refletir também externamente. Ressecamento da pele, dos cabelos e das mucosas são alguns sinais da ausência de água. Outra conseqüência da sua falta, um problema comum entre as mulheres, é a prisão de ventre. "Para formar o corpo fecal é retirada água do corpo, portanto, se a pessoa não a ingere e come muita fibra, por exemplo, o bolo fica ressecado", completa a nutricionista.

A água em estado líquido é a fonte mais adequada de hidratação. Os alimentos possuem uma porcentagem da substância em sua composição, mas não é suficiente para substituir o fluído. Ainda, a água pura é essencial. "Pelo menos metade da necessidade diária – cerca de 2 litros e meio – tem de ser ingerida pura", explica Ana Beatriz. O restante pode ser por meio de sucos de frutas e chás, por exemplo. É importante prestar atenção no que bebemos. Se gosta de tomar sucos, dê preferência aos extraídos diretamente da fruta e não aos industrializados. Há perda de substâncias importantes durante o processamento e existem outros aditivos que, se consumidos em excesso, podem ser prejudiciais.

Como se hidratar?

Não há uma recomendação fixa de ingestão de líquidos. Ela pode variar de pessoa a pessoa. O indicado, normalmente, são 2 litros e meio. Para se obter uma hidratação saudável, o ideal é beber água regularmente. "Não adianta ficar o dia todo sem tomar nada e chegar à noite em casa e beber toda a água que puder", afirma a nutricionista. As reações metabólicas não acontecem apenas em um período do dia, portanto, o organismo deve ser constantemente hidratado. "É importante que haja a manutenção do equilíbrio de água", completa. "Além disso, se bebermos a água de uma só vez, uma boa quantidade sairá rapidamente pela urina".

Comida e bebida juntas

Não é mito: é bom evitar a ingestão de líquidos durante as refeições. Ao chegar no estômago, a bebida se mistura ao suco gástrico e acaba por diluí-lo. Isso pode interferir na digestão do alimento. "A má digestão da refeição além de causar um desconforto abdominal, pode prejudicar a absorção de nutrientes contidos nos alimentos", explica a nutricionista.

Refrigerante: o terror

O refrigerante não deve ser uma opção para a hidratação do corpo. "Eles não possuem nenhum nutriente, é o que chamamos de caloria vazia", afirma Ana Beatriz. A água presente na bebida não compensa sua falta de substâncias benéficas. "Nessa hora, é preferível o suco, mesmo que industrializado, pois contém vitaminas e alguns são enriquecidos com outros nutrientes", encerra.

Fonte: http://dnamulher.terra.com.br/secao_interna.cfm?oid=379