quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Perguntas e perguntas

Perguntas de leitores da Veja a Renato Dutra ( renatodutra.chegada@gmail.com)

Minha mulher e uma amiga, ambas na faixa dos 40 anos, vão fazer em abril de 2009 os 800 kms do Caminho de Santiago de Compostela. A previsão é de 35 dias caminhando. Há uns dois ou três meses elas vêem caminhando regularmente, porém eu tenho dito para minha mulher que elas deveriam fazer um treinamento mais intenso, para suportar o longo percurso. O que você acha?
(José Roberto)

 Seria interessante que as duas fizessem caminhadas longas (entre 1 e 2 horas) durante dois dias seguidos e no terceiro dia descansassem. A exigência do Caminho de Santiago de Compostela será similar a esta. Todavia, cuidado, pois não se deve exagerar na dose, fazendo caminhadas diárias muito longas e sem o devido intervalado de recuperação, sob o risco de sofrer alguma lesão. O ideal é alongar de leve os músculos posteriores da coxa, da própria coxa e da panturrilha após as caminhadas.

Renato, afinal, correr engrossa as pernas? Eu também gostaria de saber se posso tomar algum tipo de suplemento para aumentar a massa muscular, principalmente nas pernas. Corro todos os dias para perder peso. 
(Luana)

 Correr tonifica um pouco as pernas, mas o ideal é realizar exercícios de fortalecimento específicos para esta região. Um bom programa de musculação com duas sessões semanais trazem bons ganhos de massa muscular. A suplementação para aumento de massa muscular deve ser apenas isso, um suplemento. Em outras palavras, verifique se sua alimentação não pode melhorar, antes de investir em suplementação. E o ideal é que tenha a supervisão de um nutricionista.

Tenho 50 anos, 101kg, 1.78m, sou diabético, hipertenso bem controlado, tenho bom acompanhamento médico, faço musculação duas ou três vezes por semana, caminho regularmente, mas não consigo correr de jeito nenhum. Trotar menos de um minuto já me deixa bufando. Tem jeito de eu virar um corredor, nem que seja daqueles que fecha a raia?
(Claudio)

 É possível sim correr mais de um minuto e não ficar tão cansado. Você precisará reduzir o peso antes de começar a correr. No seu caso, como há uma condição de diabetes e hipertensão será fundamental ter o acompanhamento de um professor especializado. Aliás, a caminhada e a corrida leve agem de forma benéfica tanto para aumentar a sensibilidade à insulina (isto melhora o controle do diabetes), como para atenuar a pressão arterial. Não desista, procure um bom profissional e inicie seus treinos.

Ultimamente ao correr, tenho sentido dores abaixo das costelas. O que pode ser?
(Cláudio Cézar)

 Você não menciona se é um corredor iniciante. Geralmente quem está se iniciando na corrida sofre um pouco com uma dor na parte lateral do tronco, próximo do baço ou do fígado. Em geral, quando se intercala a corrida com caminhada esta dor passa. Há também a distensão dos músculos intercostais, que ficam entre as costelas e ajudam na respiração. Se for este o caso, sugiro substituir as corridas por caminhadas por duas semanas, para dar tempo de recuperar a musculatura.

Eu gostaria que você me indicasse uma atividade física que ajude a desenvolver a concentração do dia-a-dia. Eu comecei a fazer Muay Thai, pois me disseram que algumas lutas são boas para isso, no entanto, não sei se está dando resultado, apesar de eu gostar das aulas.
(Fernando)

 Você tem algumas opções para explorar: o golfe, o tênis e o atletismo (como os 100, 200 e 400 metros, 110 com barreiras e inclusive os saltos em distância e em altura).

Fonte: http://vejaonline.abril.com.br/notitia/servlet/newstorm.ns.presentation.NavigationServlet?publicationCode=1&pageCode=1287