terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Esportes de Verão: Saiba como pedalar com segurança

Se você é um esportista amador que usa a bicicleta para fazer trilhas em terrenos esburacados, arenosos, cheios de pedras, ou para percorrer as ruas da cidade, nem sempre bem conservadas, saiba se a sua "magrela" é a ideal para aquilo que você precisa, se a posição do selim (banco) e do guidão estão corretas, se a cadência das pedaladas está na velocidade ideal. Enfim, saiba como pedalar com segurança e da forma mais produtiva possível.

Além dos cuidados com a estrutura da bicicleta, os adeptos desse tipo de transporte têm de se preocupar também com o controle da freqüência cardíaca, com a hidratação e os alongamentos, cuja finalidade é evitar lesões naqueles que pedalam de maneira incorreta.

O ortopedista Alberto Sala Franco lembra que, além das fraturas causadas pelas quedas, as bicicletas podem provocar uma série de distúrbios. Entre os mais comuns, estão as dores no quadril, joelhos, estiramentos musculares e cãibras, entre outros.

"Esses distúrbios, em geral, são decorrentes da combinação de vários fatores, tais como tamanho inadequado da bicicleta, posicionamento incorreto do selim e do guidão, técnica errada ou deficiente ao pedalar e uso excessivo, entre outras", explica.

De acordo com o ortopedista, a distância entre a virilha do ciclista e o tubo horizontal superior da bicicleta tem de ser de 7,5 centímetros, aproximadamente, quando se tratar de um modelo tipo "mountain bike", mais indicada para o dia-a-dia. Se a bicicleta for do tipo "speed", ideal para corridas, a distância é menor, em torno de 2,5 centímetros.

A altura do selim (banco), por sua vez, deve ser regulada da seguinte forma: sente na bicicleta parada com o calçado que irá pedalar. Ajuste a altura do selim com o pedal na posição mais baixa - o joelho tem de ficar levemente flexionado.

A posição correta do guidão se dá quando a distância entre a ponta do selim e o centro do guidão é a mesma entre a ponta do cotovelo e a ponta do terceiro dedo da mão. Nas bicicletas tipo "mountain bike", a altura do guidão deve ficar cerca de cinco centímetros mais baixo que a altura do banco. Se for do tipo "speed", a diferença tem de ser de dez centímetros, assim o corpo fica mais inclinado tornando menor a resistência provocada pelo atrito com o vento.

Quando a bicicleta estiver com seu tamanho correto, com o guidão e o selim devidamente regulados, ela estará pronta para ser usada. Mas antes de montar e sair andando é importante fazer alongamento e aquecimento. Segundo o ortopedista, os exercícios de alongamento são obrigatórios antes e depois de qualquer atividade física, pois previnem lesões musculares e cãibras, evitam dores musculares e aumentam a amplitude de movimento.

O alongamento deve começar de maneira suave, mantendo o músculo alongado e relaxado sem sentir desconforto ou dor em torno de 10 a 15 segundos. O procedimento deve ser repetido antes de iniciar o aquecimento. A finalidade do procedimento é a de aumentar a temperatura corpórea. Cada grau a mais, aumenta também o metabolismo celular do organismo, resultando na liberação mais rápida de oxigênio do sangue para os músculos e no aumento da predisposição psíquica à performance esportiva, o que dá aquela sensação de "garra". O aquecimento deve levar de três a cinco minutos.

Tão importante quanto aquecer o corpo antes de uma atividade física é "esfriá-lo" depois. A melhor maneira de fazer isso é não parar de uma vez, mas diminuir o ritmo durante alguns minutos. Em seguida, recomenda-se fazer novamente os alongamentos. "Com isso, vamos evitar dores musculares, rigidez muscular, cãibras, sensação de fadiga e uma recuperação muscular mais rápida", argumenta Franco.

Segundo ele, existem dois tipos principais de bicicletas. A "mountain bike", mais resistente, de pneu grosso e indicada para o dia-a-dia e para trilhas. Algumas possuem até amortecedores. A outra é a "speed", mais dura, cuja característica são o "corpo" e os pneus finos. Ela é ideal para o asfalto e competições esportivas.

Fonte: http://www.educacaofisica.com.br/noticia_mostrar.asp?id=5606&utm_source=boletim_eletronico&utm_medium=Edicao-196&utm_campaign=Noticias