sexta-feira, 24 de abril de 2009

Treino intervalado ou contínuo


Vou continuar no tema abordado semana passada: Síndrome Metabólica (SM), mas quero retomar especificamente a pesquisa que avaliou 32 pacientes diagnosticados com esse problema. Aproveito para agradecer a colaboração de uma colega, a professora doutora Luciana de Carvalho, que me ajudou muito em relação às informações desse estudo.

Só para lembrar: Os pacientes realizaram um programa de caminhada/corrida em esteira, três vezes por semana, durante 16 semanas. As sessões de exercício eram de apenas 45 minutos em média, cada. Todos foram submetidos a vários testes e exames e conforme o esperado, o grupo apresentou melhora em diversos índices de saúde. O resultado positivo para a saúde de uma maneira geral já era esperado. O que impressiona, porém, são as diferenças encontradas quando foram comparados dois métodos de treinamento diferentes: leve e contínuo versus intervalado e intenso. 
 
Essa investigação se justifica porque sempre se deu muito crédito ao exercício aeróbio de baixa intensidade e longa duração. Em contrapartida, os treinos intervalados (mais intensos e com diversas pausas) sempre foram mais indicados para indivíduos com bom condicionamento. Em outras palavras, caminhar ou correr devagar para melhorar a saúde e fazer tiros quando o objetivo é melhorar a performance. Será?

A conclusão da pesquisa foi de que os treinos intervalados e intensos produziram maiores ganhos em termos de sensibilidade à insulina. Quanto maior a sensibilidade a este hormônio, menos gordura se armazena no corpo, diminuindo o quadro de SM. Por outro lado, os treinos mais leves e contínuos foram os que estimularam uma redução mais pronunciada dos níveis de pressão arterial.

Em resumo, em se tratando de atividades aeróbicas, as duas estratégias de treino (leve e contínuo ou intenso e fracionado) parecem oferecer benefícios importantes e complementares. Portanto, é interessante seguirmos uma rotina de exercícios aeróbios que intercale os treinos intervalados com os contínuos. E é bom lembrar que os treinos intervalados também são uma opção válida para cuidar da saúde e que podem ser usados por pessoas menos condicionadas, desde que supervisionados por profissionais habilitados. Agora é só você escolher qual treino fará hoje!

Por Renato Dutra

Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/saude-chegada/