segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Vitamina C e beleza



laranja-limao

Ano de 1753. Naquela época, as longas viagens de navio eram amaldiçoadas por uma estranha doença, o escorbuto. Os marinheiros ficavam prostrados, anêmicos, com dor nas articulações, inchaço nos braços e pernas. As gengivas inflamavam e sangravam. Dentes caíam. James Lind, médico da Marinha britânica, teve a idéia de fazer um estudo durante uma viagem de navio. Dividiu doze marinheiros doentes em seis grupos.

seloCada grupo recebeu um tipo diferente de tratamento: cidra, vinagre, água do mar (coitados desses), noz-moscada e outras especiarias, laranjas e limões, e o último grupo ficou com elixir de vitriol - um medicamento à base de ácido sulfúrico (coitados desses também). O grupo tratado com laranjas e limões curou-se da doença em uma semana. Lind (que ilustra o selo em sua homenagem) chegou à acertada conclusão de que essas frutas possuíam um fator anti-escorbuto. Essa pesquisa é o primeiro estudo controlado da história da medicina.

Quarenta anos depois, com base nas conclusões de Lind, a Marinha britânica tornou obrigatória a presença de frutas e legumes frescos a bordo. Hoje, o fator anti-escorbuto presente nas frutas cítricas é bastante conhecido. Trata-se da vitamina C, fundamental na produção de colágeno. Na falta dela, estruturas ricas em colágeno se prejudicam, como gengivas, dentes, ossos, articulações, vasos sanguíneos e pele.

Vitamina C e beleza

Como o colágeno é a fibra que dá firmeza e sustentação à pele, a vitamina C é uma grande vedete nos tratamentos de pele. Ela combate a flacidez, suaviza rugas, melhora a elasticidade e ajuda na cicatrização. Também tem forte ação anti-oxidante. Por isso, neutraliza radicais livres, que aceleram nosso envelhecimento. E tem mais: ajuda a combater os efeitos nocivos do sol e a clarear manchas.

 Modo de usar

O uso tópico da vitamina, em um creme por exemplo, é mais eficiente para o tratamento da pele do que o uso por via oral. A concentração indicada varia de acordo com características da pele. Pode ser aplicada uma ou mais vezes ao dia, associada ou não a tratamentos à base de ácidos, o que fica a critério médico. Há formulações que incluem no mesmo creme vitamina C e filtro solar. A grande dificuldade é manter o produto estável. Por isso, conserve o potinho com o creme em lugar fresco, que não pegue vapor nem muita luz. Se o creme escurecer, é porque a vitamina se degradou e perdeu suas funções.

Tomar vitamina C por via oral além da dose diária necessária para a manutenção da saúde também traz vantagens para a pele? Embora esse ainda seja um assunto controverso, o uso por via oral da vitamina e de outros anti-oxidantes como licopeno, polypodium leucotomos ou chá verde tem merecido a atenção de pesquisadores e médicos que tratam do envelhecimento.

Alimente-se corretamente

Para termos boa saúde e boa pele, o que fazemos no dia a dia conta muito. Inclua no seu cardápio alimentos ricos em vitamina C, como laranja, limão, tangerina, acerola, carambola, goiaba, kiwi, manga, melão, mamão, caqui, morango, melancia, tomate, pimentão e brócolis.

Por Lucia Mandel

Fonte: http://veja.abril.com.br/blog/estetica-saude/