terça-feira, 15 de junho de 2010

Antes do alongamento, faça aquecimento



Conforme o frio se intensifica às vésperas do inverno, surge a dúvida se o alongamento é uma forma de prevenir o aparecimento de lesões. Para aproveitar o alongamento de forma segura e eficaz, antes do exercício faça um aquecimento, movimentando-se em intensidades mais leves por dez a quinze minutos. Após esta etapa, alongue-se de forma suave as principais regiões do seu corpo. Complemente o aquecimento com mais cinco minutos de atividade, em intensidade um pouco mais elevada e aí você estará pronto para a prática esportiva.

Caso perceba que está com a musculatura muito encurtada, talvez seja o caso de fazer sessões de alongamento em outro momento ou até mesmo outro dia.

Fazer um alongamento muito exigente logo após o término de um treino exaustivo poderá aumentar as microlesões musculares, que acontecem quando a atividade é intensa e/ou longa. De acordo com os especialistas, as dores musculares são decorrentes deste processo.

Revisão – Encontrei uma revisão de literatura, publicada em 2009 pela Universidade Federal de Minas Gerais, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e Universidade de Sydney (Austrália) em que foram revisados dez estudos clínicos, considerados relevantes, a partir de 1991.

Uma conclusão dos autores:  "…pode-se concluir que embora o trabalho de flexibilidade seja muito utilizado durante os treinamentos, principalmente visando prevenção de lesões, seus benefícios permanecem obscuros…"

Lendo a íntegra, afirmo que ainda não podemos relacionar o alongamento à prevenção ou causa de lesões. Mas alguns dos estudos mostram que tanto o excesso como a falta de flexibilidade apresentam alguma ligação com o índice de lesões.

Por Renato Dutra