quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Arnold Schwarzenegger hoje

Schwarzenegger iniciou seu treinamento físico aos quatorze anos de idade.Foi premiado com o título de Mister Universo aos 18 e venceu o concurso Mr. Olympia sete vezes. Permaneceu uma personalidade proeminente no fisiculturismo, mesmo após sua aposentadoria, e escreveu vários livros e inúmeros artigos sobre o esporte.

Ganhou fama internacional, tornando-se um ícone de filmes de ação de Hollywood, notável pelos papéis principais em filmes como Conan the Barbarian e The Terminator. Foi apelidado de "Carvalho Austríaco" e "Carvalho Estírio" em seus dias de fisiculturista, e de "Arnold Strong" e "Arnie" durante sua carreira cinematográfica, e mais recentemente como "Governator" - um portmanteau de palavra Governator (Governador, em português) e a palavra Terminator( Exterminador, em português), um de seus papéis.

Filiado ao Partido Republicano, foi eleito pela primeira vez em 7 de outubro de 2003, com um recall especial para substituir o então governador Gray Davis. Schwarzenegger foi empossado em 1º de novembro de 2003, para servir o restante do mandato de Davis. Foi então, reeleito em 7 de novembro de 2006, nas Eleições Governamentais da California de 2006, para servir um mandato completo como governador, derrotando o democrata Phil Angelides, que era o Tesoureiro de Estado da Califórnia na época. Ele tomou posse para o segundo mandato em 5 de janeiro de 2007. Em maio de 2004 e 2007, foi nomeado como uma das 100 pessoas que ajudaram a moldar o mundo, pela revista Time. Em 3 de janeiro de 2011 foi sucedido pelo democrata Jerry Brown.


Arnold Alois Schwarzenegger nasceu em Thal, Áustria, uma pequena vila próxima à capital da Estíria, Graz, e foi batizado Arnold Alois Schwarzenegger. Seus pais eram: o chefe da polícia local Gustav Schwarzenegger (1907 – 1972), e sua esposa, Aurelia Jadrny (1922 – 1998). Casaram-se em 20 de outubro de 1945 – Gustav tinha 38 anos, e Aurelia tinha 23; era viúva com um filho chamado Meinhard. De acordo com Schwarzenegger, ambos os pais eram muito rigorosos: "Naquela época, na Áustria, havia um mundo muito diferente; se fizéssemos alguma coisa ruim ou desobedecêssemos os pais, a punição não seria poupada."Ele cresceu em uma família Católica Romana, e ia à Igreja todo domingo.

Há relatos de que Gustav tinha uma preferência por Meinhard, o mais velho dos dois filhos. Seu favoritismo era "forte e flagrante", o que resultou na suspeita de que Arnold não era seu filho. Schwarzenegger disse que seu pai "não tinha paciência para ouvir ou entender seus problemas… havia uma parede; uma parede de verdade." Arnold tinha uma boa relação com sua mãe, e manteve contato com ela até o dia de sua morte.

Na vida adulta, Schwarzenegger encomendou ao Simon Wiesenthal Center uma pesquisa sobre os tempos de guerra de seu pai. Os relatórios vieram sem nenhuma evidência de atrocidade, apesar da adesão de Gustav ao Partido Nazista e ao SA. Na escola, Schwarzenegger era aparentemente normal e ficou conhecido como um personagem "alegre, bem-humorado e exuberante somente por ter sido o Slan the F U C K S do ano". Dinheiro era um problema na família; Arnold lembrou que um de seus auges na juventude foi quando a família comprou uma geladeira.

Quando menino, Schwarzenegger praticou muitos esportes - fortemente influenciado por seu pai. Ele pegou na barra pela primeira vez em 1960, quando seu treinador de futebol levou seu time para uma academia local. Aos catorze anos, Schwarzenegger optou pela carreira fisiculturista, ao invés da futebolística. 

Quando questionado sobre a idade em que começou a musculação, Arnold respondeu: "Na verdade, eu comecei a praticar musculação quando eu tinha quinze anos, porém eu já havia praticado esportes, como futebol, durante anos, então, senti que, embora fosse delgado, eu era bem-desenvolvido, pelo menos suficiente para poder iniciar a ida à academia e começar a fazer levantamento de peso olímpico." 

No entanto, a biografia de seu website oficial diz: "Aos catorze anos, ele começou o intensivo programa de treinamento com Dan Farmer, estudou psicologia aos quinze (para aprender mais sobre o poder da mente sobre o corpo) e aos dezessete, oficialmente, iniciou a carreira competitiva." Durante um discurso em 2001, ele disse: "Meu próprio plano de vida foi formado quano eu tinha 14 anos. Meu pai queria que eu fosse um oficial da polícia assim como ele era. Minha mãe queria que eu fosse à escola de negócios." Schwarzenegger visitou uma academia de ginástica em Graz, onde também frequentava os cinemas locais para ver seus ídolos do fisiculturismo, como Reg Park, Steve Reeves e Johnny Weissmuller na grande tela. "Fui inspirado em indivíduos como Reg Park e Steve Reeves.", disse. Quando Reeves faleceu, em 2000, Schwarzenegger lembrou-se dele ternamente: "Quando adolescente, eu cresci com Steve Reeves. Suas realizações notáveis permitia-me a sensação de que era possível, quando os outros à minha volta nunca entendiam meus sonhos... Steve Reeves foi uma parte de tudo que eu já tive a sorte de conseguir." 

Em 1961, Schwarzenegger conheceu o ex-Mister Áustria Kurt Marnul, quem convidou-o a treinar na academia, em Graz. Arnold era tão dedicado que ficou conhecido como o jovem que entrava no ginásio local nos fins de semana, quando a academia geralmente estava fechada. "Me faria doente faltar um treino... Eu sabia que não podia me olhar no espelho na manhã seguinte se eu não tivesse treinado.", confessou.] Quando perguntaram a Schwarzenegger sobre sua primeira experiência cinematográfica como criança, ele respondeu: "Eu era muito jovem, mas eu lembro de meu pai levando-me aos teatros austríacos e vendo alguns noticiários. O primeiro filme de verdade que eu vi, que eu lembre, foi um filme de John Wayne."

Em 1971, seu irmão Meinhard faleceu em um acidente de carro. Ele havia bebido e morreu instantaneamente; Schwarzenegger não compareceu ao seu funeral. Meinhard foi casado com Erika Knapp, e o casal teve um filho de três anos chamado Patrick. Schwarzenegger teria pago pela educação de Patrick e ajudou-o a imigrar para os Estados Unidos. Gustav faleceu no ano seguinte, após um acidente vascular cerebral. No documentário Pumping Iron, Schwarzenegger alegou que ele não pode comparecer ao funeral de seu pai porque estava treinando para o torneio de fisiculturismo. Mais tarde, ele e o produtor do filme disseram que a história do documentário foi retirada de um outro fisiculturista com o propósito de mostrar os extremos que alguns vão pelo seu esporte, e para fazer a imagem de Schwarzenegger mais fria e semelhante a uma máquina a fim de abanar controvérsias para o filme. Barbara Baker, sua primeira namorada, disse que ele informou-a sobre a morte de seu pai sem emoção e que nunca falou sobre seu irmão. Com o tempo, ele deu, pelo menos, três versões para o porquê de ele não ter comparecido ao funeral de seu pai.

Em uma entrevista para a revista Fortune em 2004, Schwarzenegger contou como sofreu o que hoje em dia seria chamado de "abuso infantil" nas mãos de seu pai:

Meu cabelo era puxado. Eu era batido com cintos. Foi do jeito que era. Muitas das crianças que eu já vi foram batidas pelos seus pais, o que era a mentalidade Austro-Germânica. Eles não queriam criar um indivíduo. Era tudo sobre conformes. Eu era um que não me conformava, e cuja vontade não podia ser quebrada. Portanto, eu me tornei rebelde. Toda vez que era batido, e toda vez que alguém dizia 'você não pode fazer isto', eu dizia 'isto não vai ocorrer por muito tempo, porque eu vou sair daqui. Eu quero ser rico. Eu quero ser alguém.'
— Arnold Schwarzenegger


Início da vida adulta

Schwarzenegger serviu ao exército Austríaco em 1965 para atender a um ano de serviço requerido quando todos os homens austríacos atingem dezoito anos (a chamada conscrição). No mesmo ano, venceu o torneio Mr. Europa Júnior em 1965. Schwarzenegger desertou durante o treinamento básico para que pudesse participar da competição; consequentemente passou uma semana em uma prisão do exército: "Participar da competição significava tanto para mim que eu não pensei cuidadosamente nas consequências." Ele venceu outro torneio de fisiculturismo em Graz, no Steirer Hof Hotel (onde ficou em segundo lugar). Arnold foi eleito o melhor fisiculturista da Europa, o que o fez famoso.

"O título de Mr. Universo foi a minha passagem para a América – a terra de oportunidades, onde eu poderia tornar-me uma estrela e ficar rico." Schwarzenegger fez sua primeira viagem por avião em 1966, participando da competição NABBA Mr. Universo em Londres. Ficou em segundo lugar na competição de Mr. Universo, não tendo a definição muscular do campeão estadunidense Chester Yorton.

Charles "Wag" Bennett, um dos juízes da competição de 1966, ficou impressionado com Schwarzenegger e ofereceu-se para treiná-lo. Como Arnold tinha pouco dinheiro, Bennett convidou-o a ficar na casa de sua família, acima de uma de suas academias na área residencial de Forest Gate, Londres, Inglaterra. A definição da perna de Yorton foi julgada superior, e Schwarzenegger, sob um programa de treinamento planejado por Bennett, concentrou-se no melhoramento do poder e definição musculares em suas pernas. Residir no East End de Londres ajudou o fisiculturista a melhorar a sua compreensão rudimentar da língua inglesa. O treinamento valeu a pena e, em 1967, Arnold ganhou o título pela primeira vez, tornando-se o mais novo Mr. Universo de todos os tempos, aos apenas 20 anos. Ele ainda ganharia o título mais três vezes. Schwarzenegger, em seguida, voou de volta para Munique, treinando de quatro a seis horas diariamente, frequentando a escola de negócios e trabalhando em um clube de saúde (academia Rolf Putzinger, onde ele trabalhou e treinou de 1966 a 1968), retornando em 1968 a Londres para vencer seu próximo título Mr. Universo. Arnold frequentemente contava a Roger C. Field, um amigo, professor de inglês em Munique da época, que estava "indo para tornar-se o melhor ator!"


Ida para os Estados Unidos

Schwarzenegger (à esquerda) com o ex-presidente norte-americano Ronald Reagan em 1984.

Schwarzenegger mudou-se para os Estados Unidos da América em setembro de 1968 aos 21 anos, falando um pouco de inglês. "Naturamente, quando eu vim para este país, meu sotaque era muito ruim, e era também muito carregado, o que era um obstáculo quando comecei a carreira de ator."Lá, ele treinou no Gold's Gym em Santa Mônica, Califórnia, sob o treinamento de Joe Weider. De 1970 a 1974, um dos treinadores de musculação de Schwarzenegger foi Ric Drasin, um wrestling profissionalque desenhou o logotipo original do Gold's Gym em 1973. Arnold também se tornou amigo do wrestling profissional "Superstar" Billy Graham. Em 1970, aos 23 anos, ele conseguiu seu primeiro título de Mr. Olympia em Nova Iorque, e ainda ganharia o título mais seis vezes.

Schwarzenegger pode ter sido um imigrante ilegal em algum ponto dos anos 1960 ou início dos anos 1970 devido a violações dos termos de seu visto de entrada.

Em 1969, Arnold conheceu Barbara Outland Baker, uma professora de inglês; ele morou junto com ela até 1974. Schwarzenegger falou sobre Barbara em sua biografia em 1977: "Basicamente baixo o nível a isto: ela era uma mulher bem-equilibrada que queria uma vida ordinária e sólida e eu não era um homem bem-equilibrado, e odiava a ideia da vida ordinária." Baker descreveu Schwarzenegger como "[uma] personalidade alegre, totalmente carismática, aventureira, e atlética", entretando, alega que no fim do relacionamento ele tornou-se "insuportável – classicamente vaidoso – o mundo girava em torno dele". Baker publicou sua autobiografia em 2006, intitulada "Arnold and Me: In the Shadow of the Austrian Oak". Apesar de Baker, às vezes, retratar seu ex-amor de um jeito que não faz jus a ele, Schwarzenegger, na verdade, contribuiu para o seu livro com um prefácio, e também se encontrou com Baker por três horas. Baker afirma, por exemplo, que ela apenas soube do ser infiel de Arnold após a separação, e falou sobre uma vida de amor apaixonada e turbulenta. Schwarzenegger deixou claro que suas respectivas compreensões dos eventos podem diferir. O casal primeiramente encontrou-se de seis a oito meses após sua chegada aos Estados Unidos – seu primeiro encontro foi assitindo a chegada do homem à lua na televisão. Eles diviriam um apartamento em Santa Mônica por três anos e meio, e tendo um pouco de dinheiro, teriam visitado a praia todos os dias, e/ou ter tido churrasco no quintal. Embora Baker afirme que quando ela o conheceu pela primeira vez, ele tinha "pouca compreensão da sociedade educada", ela disse: "Ele é tanto um homem por esforço próprio quanto é possivel ser – nunca teve o incentivo de seus pais, sua família, seu irmão. Apenas teve esta grande determinação para provar a si mesmo, e isto era muito atraente... vou para o meu túmulo sabendo que Arnold me amou."[19]

Schwarzenegger conheceu seu próximo amor, Sue Moray, uma ajudante de cabeleireiro de Beverly Hills, na Praia de Venice em julho de 1977. De acordo com Moray, o casal teve um relacionamento aberto: "Fomos fiéis quando estávamos em Los Angeles... mas quando ele estava fora da cidade, estávamos livres para fazer o que queríamos." Arnold conheceu Maria Shriver no Torneio de Tênis Robert F. Kennedy em agosto de 1977; Arnold começou a ter um relacionamento com ambas as mulheres até agosto de 1978, quando Moray (que soube de seu relacionamento com Shriver) emitiu um ultimato.

Arnold disse que seu grande sonho, quando tinha 10 anos de idade, era mudar-se para os Estados Unidos. Ele se perguntou o que estava fazendo "na fazenda" na Áustria, e creu que o fisiculturismo seria sua "passagem para a América": "Eu tinha a certeza de que poderia ir para a América se vencesse o Mr. Universo."O jornal LA Weekly disse, em 2002, que Schwarzenegger é o imigrante mais famoso na América, que "superou um forte sotaque austríaco e transcedeu o fundo inauspicioso do fisiculturismo para tornar-se a maior estrela de cinema do mundo nos anos 1990".


Carreira fisiculturista

Schwarzenegger é considerado uma das figuras mais importantes da história do fisiculturismo, e seu legado é comemorado no concurso anual Arnold Classic. Arnold continuou a ser um rosto importante no fisiculturismo mesmo após sua aposentadoria, em parte devido a sua popularidade em academias e revistas de fitness. Já presidiu inúmeros concursos e premiações

.

Por muitos anos, escreveu uma coluna mensal para as revistas de fisiculturismo Muscle & Fitness e Flex. Pouco após ser eleito governador, foi nomeado editor executivo de ambas revistas, a título simbólico. As revistas concordaram a doar US$ 250.000 por ano às várias iniciativas de fitness do governador. A revista MuscleMag International tem um artigo de duas páginas mensal sobre ele, e se refere a Arnold como "The King" (em português, "O Rei").

Uma das primeiras competições que ele ganhou foi o torneio Mr. Europa Junior em 1965. 

Schwarzenegger venceu o Mr. Europa no ano seguinte, aos dezenove anos. Ele passaria a vencer muitas outras competições de fisicultusimo (bem como algumas competições de levantamento de peso básico) incluindo cinco vitórias no Mr. Universo pela NABBA (na Inglaterra), 1 pela IFBB (nos Estados Unidos)], e sete vitórias no Mr. Olympia, um recorde que vigorou até Lee Haney vencer oito títulos Mr. Olympia consecutivos em 1991.

Schwarzenegger media 187 cm (6 ft 1,5 in) e pesava 113 kg (240 libras).

Em 1967, Arnold competiu e venceu o torneio de levantamento de pedra em Munique, na qual uma pedra pesava 508 libras alemãs (254 kg/560 lbs). Schwarzenegger disse: "Durante o pico de minha carreira, minhas panturrilhas eram de 20 polegadas [50 cm], coxas de 28,5 polegadas [72 cm], cintura de 34 polegadas [86 cm], peito de 57 polegadas [144 cm], e cada braço de 22 polegadas[55 cm]."


Mr. Olympia

O objetivo de Schwarzenegger era tornar-se o maior fisiculturista do mundo, o que significava vencer o Mr. Olympia. 

Sua primeira tentativa foi em 1969, quando ele perdeu para o tri-campeão Sergio Oliva. No entanto, voltou em 1970 e venceu a competição, fazendo-o o mais novo Mr. Olympia de todos os tempos, aos 23 anos, um recorde que vigora até hoje em dia.

Arnold continou sua série de vitórias nas competições de 1971 a 1974. Em 1975, Schwarzenegger retornou, em grande forma, e venceu o título no sexto ano consecutivo, quebrando o recorde anterior de Franco Columbu. Após o torneio Mr. Olympia de 1975, anunciou sua retirada do fisicultusimo profissional.

Meses antes do torneio Mr. Olympia de 1975, os cineastas George Butler e Robert Fiore persuadiram Schwarzenegger a competir, com o intuito de filmar seu treinamento para um documentário de fisiculturismo chamado Pumping Iron. Schwarzenegger teve apenas três meses para preparar-se para a competição, após ter perdido um peso significativo para aparecer no filme Stay Hungry com Jeff Bridges.

Arnold saiu de sua aposentadoria, no entanto, para competir o Mr. Olympia de 1980. Estava treinando para seu papel em Conan the Barbarian, e ficou em boa forma por causa da corrida, passeios a cavalo e treinamento com espada, que resolveu que queria vencer o torneio Mr. Olympia pela última vez. Ele manteve este plano em segredo, no caso de que um acidente de treino impedisse sua entrada e levasse-o a perder a fama. Schwarzenegger, pouco antes da competição, teria dito: "Por que não competir?". Ele acabou vencendo o evento com apenas sete semanas de preparação. Após ter sido declarado Mr. Olympia pela sétima vez, Schwarzenegger oficialmente se aposentou da carreira.

Títulos

1965      Mr. Europe - Junior (Germany)
1966      Best Built Man of Europe (Germany)
1966      Mr. Europe (Germany)
1966      International Powerlifting Championship (Germany)
1967      NABBA Mr. Universe - Amateur (England)
1968      NABBA Mr. Universe - Professional (England)
1968      German Powerlifting Championship (Germany)
1968      IFBB Mr. International (Mexico)
1969      IFBB Mr. Universe - Amateur (USA)
1969      NABBA Mr. Universe - Professional (England)
1970      NABBA Mr. Universe - Professional (England)
1970      Mr. World (USA)
1970      IFBB Mr. Olympia (USA)
1971      IFBB Mr. Olympia (France)
1972      IFBB Mr. Olympia (Germany)
1973      IFBB Mr. Olympia (USA)
1974      IFBB Mr. Olympia (USA)
1975      IFBB Mr. Olympia (South Africa)
1980      IFBB Mr. Olympia (Australia)


Uso de esteroides

Schwarzenegger admitiu ter usado esteroides anabolizantes para melhorar seu desempenho, enquanto eles eram legais, escrevendo em 1967 que "os esteroides foram úteis para manter o tamanho do músculo enquanto eu estava em uma dieta estrita para a preparação para o torneio. Eu não os usei para o crescimento muscular, mas sim para a manutenção muscular quando desmanchava." Ele chamou as drogas de "construção têxtil".

Em 1999, Arnold processou o Dr. Willi Heepe, um médico alemão que, publicamente, previu a morte prematura do fisiculturista, baseado no uso de esteroides e os posteriores problemas cardíacos. Pelo motivo de o médico nunca o ter examinado pessoalmente, Schwarzenegger ganhou DM 20.000 (US$ 12.000) no julgamento por difamação contra ele em um tribunal alemão. Ainda em 1999, Arnold processou o The Globe, um tabloide norte-americano, o qual fez predições similares sobre a saúde do fisiculturista. Schwarzenegger nasceu com uma valva aórtica bicúspide, uma válvula aórtica com apenas duas cúspides (uma valva aórtica comumente tem três cúspides); ambos pai e irmão tiveram a mesma condição. Em 1996, um ano após a cirurgia cardiovascular de Schwarzenegger para substituir a valva aórtica com uma valva homoenxerta humana, ele defendeu publicamente seu uso de esteroides anabolizantes durante a carreira fisiculturista.


Carreira artística


Arnold Schwarzenegger
Schwarzenegger no Festival de Cannes de 2003.
Nome completoArnold Alois Schwarzenegger
Outros nomesArnold Strong / Arnie
Nascimento30 de Julho de 1947 (63 anos)
Thal, Estíria
 Áustria
Ocupaçãoator, diretor, produtor
Altura1,88 m
Cônjuge Maria Shriver
Trabalhos notáveis* Conan em Conan the Barbarian
* T-800 em The Terminator 1, 2 e 3
Atividade 1970 - 2004
2009 - presente
Prémios Golden Globe
1977: Nova Estrela do Ano (extinta)
Página oficial

Schwarzenegger queria mudar-se do fisiculturismo para a atuação, finalmente o conseguindo quando foi escolhido para atuar o papel de Hércules no filme Hercules in New York, 1970. Conhecido sob o nome "Arnold Strong", seu sotaque no filme foi tão carregado que sua voz foi dublada após a produção. Sua segunda aparição cinematográfica foi um sicário surdo-mudo da máfia em The Long Goodbye (1973), do diretor Robert Altman, sendo seguido por uma parte muito mais significante no filme Stay Hungry (1976), pelo qual Arnold foi premiado com um Globo de Ouro na categoria Nova Estrela Masculina do Ano. Schwarzenegger discutiu suas primeiras lutas no desenvolvimento de sua carreira artística: "Foi muito difícil para mim no começo – foi-me dito por agentes que meu corpo era 'muito estranho', que eu tinha um sotaque engraçado, e que meu nome era muito longo. Eles disseram que eu tinha que mudar isto. Basicamente, todo lugar que eu virava, era-me dito que eu não tinha chance."

Schwarzenegger chamou atenção e aumentou seu perfil no documentário de fisiculturismo Pumping Iron (1977), cujos elementos foram dramatizados. Em 1991, Arnold adquiriu os direitos do filme e associou também suas fotografias. Schwarzenegger tentou o papel principal da série The Incredible Hulk, entretanto não o conseguiu, devido à sua altura. Mais tarde, Lou Ferrigno conseguiu o papel do alterego do Dr. David Banner. Arnold apareceu com Kirk Douglas e Ann-Margret na comédia The Villain, em 1979. Em 1980, estrelou um filme biográfico dedicado à atriz dos anos 1950 Jayne Mansfield como o marido de Mansfield, Mickey Hargitay.

O filme que descobriu Schwarzenegger foi o épico de Espada & Feitiçaria, Conan the Barbarian em 1982, que foi um sucesso de bilheteria. Foi seguido por uma sequência, Conan the Destroyer em 1984, embora sua performance de bilheteria fosse decepcionante. Em 1983, Schwarzenegger estrelou no vídeo promocional "Carnival in Rio".

Estrela de Arnold Schwarzenegger na Calçada da Fama em Hollywood, localizada na 6764 Hollywood Boulevard.

Em 1984, ele fez a primeira das três aparições como o personagem principal do que alguns diriam que foi o papel mais notável de toda sua carreira artística no filme thriller de ficção científica do diretor James Cameron, The Terminator. Após o The Terminator, Schwarzenegger fez Red Sonja em 1985, que "afundou sem deixar vestígios."

Durante os anos 1980, a audiência teve um largo apetite por filmes de ação, com ambos Schwarzenegger e Sylvester Stallone tornando-se estrelas internacionais. Os papéis de Arnold refletiram seu gracejo, frequentemente com um senso de humor auto-depreciativo (incluindo, algumas vezes, paronomásias maliciosas famosas), separando seus papéis dos de herói de ação sério. Seu universo thriller/comédia alternativo Last Action Hero expôs um poster do filme Terminator 2: Judgment Day o que, no universo alternativo fictício, tinha Sylvester Stallone como a estrela principal.

Após sua vinda como uma superestrela de Hollywood, fez uma série de filmes de sucesso: Commando (1985), Raw Deal (1986), The Running Man (1987), e Red Heat (1988). Em Predator (1987), um outro filme de sucesso, Schwarzenegger participou de um elenco que incluía o futuro governador de Minnesota Jesse Ventura (Ventura também apareceu em The Running Man e Batman & Robincom Schwarzenegger) e o futuro candidato a governador de Kentucky Sonny Landham.

Twins (1988), uma comédia com Danny DeVito, foi uma mudança de ritmo, e também mostrou-se um sucesso. Total Recall (1990) rendeu a Schwarzenegger US$ 10 milhões e 15% da renda bruta, e foi largamente elogiado. Kindergarten Cop (1990) reuniu ele ao diretor Ivan Reitman, quem dirigiu-o em Twins.

Schwarzenegger teve uma breve participação na carreira de diretor cinematográfico; primeiro com um episódio da série de TV Tales from the Crypt, intitulado "The Switch" em 1990, e segundo com o telefime de 1992 Christmas in Connecticut. Ele não mais dirigiu filmes deste então.

A volta de Schwarzenegger na indústria cinematográfica de alto nível foi como o personagem principal em Terminator 2: Judgment Day em 1991, sendo o filme de maior bilheteria de 1991. Em 1993, a National Association of Theatre Owners nomeou-o como "Estrela Internacional da Década." Seu próximo projeto cinematográfico, o filme de ação e paródia Last Action Hero em 1993 foi feito em oposição a Jurassic Park, com o desastre de bilheteria em conformidade. Seu próximo filme, a comédia de ação True Lies (1994) uma paródia altamente popular de filmes de espionagem, visou Schwarzenegger, reunido com o diretor de The Terminator James Cameron, aparecendo ao lado de Jamie Lee Curtis.

Marcas das mãos e pés de Arnold defronte ao Grauman's Chinese Theatre.

Pouco tempo depois, veio a comédia Junior (1994), a última das suas três com Ivan Reitman e novamente co-estrelando com Danny DeVito. Este filme trouxe a Schwarzenegger sua segunda nomeação ao Golden Globe, desta vez para o Melhor Ator em Comédia ou Musical. Foi seguido pelo thriller de ação Eraser (1996) e o filme baseado nas histórias em quadrinhos Batman & Robin (1997), onde ele atuou como o vilão Mr. Freeze. Este foi seu útlimo filme antes antes de tirar um tempo para se recuperar de uma lesão nas costas. Após a falha crítica de Batman & Robin, a carreira cinematográfica e proeminência de bilheteria de Schwarzenegger entraram em declínio.

Vários projetos de cinema foram anunciados com Schwarzenegger, acompanhado de outras estrelas, incluindo o remake de Planet of the Apes, uma nova versão cinematográfica de I Am Legend, e um filme da Segunda Guerra Mundial roteirzado por Quentin Tarantino que veria Schwarzenegger atuar como um austríaco pela terceira vez (após Junior e Kindergarten Cop). Em vez disso, ele retornou com o thriller supernatural End of Days (1999), depois seguido pelos filmes de ação The 6th Day (2000) e Collateral Damage (2002) os quais não conseguiram se dar bem nas bilheterias. Em 2003, ele fez sua terceira aparição como o personagem principal em Terminator 3: Rise of the Machines, que faturou mais de US$ 150 milhões apenas no mercado interno.

Em homenagem a Schwarzenegger, em 2002, a Forum Stadtpark, uma associação local cultural, propôs planos para construir uma estátua do Terminator de 25 metros (82 pés) em um parque no centro de Graz. Arnold teria dito estar lisonjeado, mas pensou que o dinheiro seria melhor gasto em projetos sociais e a Special Olympics. Suas aparições cinematográficas mais recentes incluíram uma aparição de 3 segundos em The Rundown com Dwayne Johnson, e o remake de 2004 Around the World in 80 Days, onde ele apareceu com o astro de ação Jackie Chan pela primeira vez.

Schwarzenegger dublou o Barão von Steuben no episódio 24 ("Valley Forge") de Liberty's Kids. Em 2005, fez uma pequena ponta, interpretando a si mesmo, no filme The Kid & I. Boatos se espalharam sobre Schwarzenegger aparecer em Terminator Salvation como o modelo original T-800, ao lado de Roland Kickinger. Arnold negou seu envolvimento. Porém, ao lançar o filme, foi visto que, apesar de aparecer brevemente, ele não participou do filme, mas sim seu rosto foi digitalizado, a partir de um filme anterior, no corpo de Kickinger.[40]

Em 2010, Schwarzenegger recebeu um convite de Sylvester Stallone para fazer uma pequena aparição em seu mais novo filme: Os Mercenários (The Expendables). No filme, Schwarzenegger aparece como sendo um ex mercenário e atualmente vivendo em prol de sua carreira politica. Na cena estão presentes Schwarzenegger, Bruce Willis e Stallone. Cena que dura pouco mais que 5 minutos.


Carreira política


Início político

Schwarzenegger com o ex-presidenteGeorge W. Bush e o ex-governador daCalifórnia Gray Davis, 4 de novembro de 2003.

Schwarzenegger foi registrado como republicano por muitos anos. Como ator, suas visões políticas foram sempre muito bem conhecidas como contrastavam com as visões de muitas outras estrelas proeminentes de Hollywood, que são, geralmente, consideradas uma comunidade liberal e inclinada aos democratas. Na Convenção Nacional Republicana de 2004, Schwarzenegger deu um discurso e explicou porque ele era republicano:

Cquote1.svg Finalmente cheguei aqui em 1968. Que dia especial era! Lembro-me eu cheguei aqui com os bolsos vazios, mas cheio de sonhos, cheio de determinação, cheio de desejos. A campanha presidencial estava em pleno andamento. Lembro-me assistindo a corrida presidencial Nixon-Humphrey na TV. Um amigo meu que falava alemão e inglês traduzia para mim. Eu ouvi Humphrey dizendo coisas que pareciam socialismo, algo que eu tinha acabado de sair.

Mas então eu ouvi Nixon falar. Ele estava falando sobre empresa livre, tirar o governo de suas costas, baixar os impostos e fortalecer as forças armadas. Ouvi Nixon falar soando mais como uma lufada de ar fresco. Eu disse para o meu amigo: "De que partido ele é?" Meu amigo disse: "Ele é Republicano." Eu disse: "Então eu sou Republicano." E eu tive sido um Republicano desde então.

Cquote2.svg
— Arnold Schwarzenegger

Em 1985, Schwarzenegger apareceu em Stop the Madness, um vídeo musical antidrogas patrocinado pela administração de Ronald Reagan. Ele noticiou a um grande público, pela primeira vez, que era republicano durante a eleição presidencial de 1988, acompanhando o então vice-presidente George H. W. Bush na campanha.

A primeira nomeação política de Schwarzenegger foi a presidente do Conselho de Saúde Física e Desportos Presidencial, no qual serviu de 1990 a 1993. Ele foi nomeado por George H. W. Bush, quem o apelidou de "Conan o Republicano". Mais tarde, serviu como Presidente para o Conselho de Saúde Física e Desportos Governamental da Califórnia sob o governo de Pete Wilson. No entanto, analistas políticos têm identificado Schwarzenegger como liberal, como tornou-se mais de esquerda desde sua eleição.[42]

Entre 1993 e 1994, Schwarzenegger foi um embaixador da Cruz Vermelha (um papel sobretudo cerimonial, preenchido por celebridades). Em uma entrevista à revista Talk no final de 1999, perguntaram-no se ele já pensou em concorrer para o cargo de governador. Ele respondeu: "Penso sobre isso muitas vezes. A possibilidade existe, porque eu sinto isso dentro de mim." O The Hollywood Reporter afirmou pouco depois que Schwarzenegger pôs termo à especulação que ele poderia concorrer a governador da Califórnia.[43] Seguindo seus comentário iniciais, Arnold disse: "Estou em um show business – Estou no meio de minha carreira. Por que eu iria pra frente com isso e saltaria em outra coisa?"

[editar]







20 comentários:

  1. Tai um vencedor! Enquanto isso no Brasil: Maluf completa 80 anos e continua deputado (apesar de ser procurado pela Interpol), a câmara dos deputados rejeita a cassação de Jaqueline Roriz (aquela que foi filmada recebendo dinheiro de propina)... no Brasil não existe uma pessoa na qual os jovens possam se espelhar... só ladrões e retardados!!!!

    ResponderExcluir
  2. Que pena que o tempo passa pra todos uma grande LENDA.

    ResponderExcluir
  3. Ta ai um exemplo vivo de determinaçâo e atitude positiva de vida!

    ResponderExcluir
  4. Ta ai um exemplo vivo de força de vontade,sou fan desse cara!

    ResponderExcluir
  5. Esse é o cara! MAS,O MELHOR É DEUS O CRIADOR DO UNIVERSO!

    ResponderExcluir
  6. Sem palavras. Um Deus concerteza. ARNOLD ALOIS SCHWARZENEGGER FOREVER !!!!

    ResponderExcluir
  7. Sou fã desse cara desde quando era pequeno, eu brincava de ser ele, o exterminador e outros personagens.....

    ResponderExcluir
  8. DEUS É MAIOR COM CERTEZA! O ARNOLD NÃO É DEUS MAS NA TERRA ELE É O CARA NO FISICULTURISMO!

    ResponderExcluir
  9. com certeza foi o melhor bodybuilder q te sem duvidas ...mas soh tenho 1 coisa a flar "Quem cresce natural é planta" vc´s sabem do q stou flando .....

    ResponderExcluir
  10. Tae ! esse kara fooi e é miinha maior inspiração !

    ResponderExcluir
  11. ele e meu maior fã cara sem duvida aprendo muito com ele!

    ResponderExcluir
  12. É UM EXEMPLO DE MOTIVAÇÃO PARA A VIDA DE QUALQUER PESSOA.
    O MAIS IMPORTANTE É QUANDO CADA UM ABSORVA A DETERMINAÇÃO E FOCO PARA UM OBJETIVO ASSIM COMO ARNOLD CONSTRUIU.
    NAO PRECISA NECESSARIAMENTE SER TÃO FORTE QUANTO, PENSA NA TUA SAÚDE,NOS TEUS OBJETIVOS , NOS TEUS IDEAIS E I'TS TIME DE VENCER!!
    JAMAIS IMITE UM CAMPEÃO!! SEJA MAIS UM CAMPEÃO!!!
    NÃO ADIANTA LEMBRAR DE ARNOLD SCHWARZENEGGER E DE IMEDIATO TOMAR ESTEROIDES PARA FICAR QUE NEM O MESMO.EU PROCUREI SEMPRE ABSORVER A MOTIVAÇÃO , O FOCO , PARA VENCER E TENTAR SER FELIZ.
    SEJA UM CAMPEÃO,UM FORTE PSICOLOGICAMENTE COM O ESTUDO E SE TIVER TEMPO PRATIQUE MUSCULAÇÃO.LEIA A FORÇA DA MENTE SOBRE O CORPO.
    AQUI FALA UM EX PEDREIRO, AGORA NA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO(USP)
    ABRAÇO A VOCÊS!!!

    ResponderExcluir
  13. Amigos, era obvio o uso de esteroides e confirmamos ao ler o relato. Já li que é um sistema de defesa do organismo não deixarem os músculos chegarem a volumes exorbitantes, só se consegue chegar de uma forma, claro alem de treinos intensos e alimentação e suplementação muito bem balanceadas. Mas é uma história de vida e sou grande fã desse cara! Só lamento ele ter parado com a academia, por acaso chegaram a ver como o Sylvester Stallone se encontra hoje? Se não então olhem com quase 70 anos de idade! Mas sabemos que o Arnold passou por cirurgia.... logo deve ser esse o motivo de parar com os treinos.

    ResponderExcluir