terça-feira, 8 de março de 2011

Treino de bíceps - Rosca Scott







Um pouco da História:
A idéia era a de isolar mais o esforço no bíceps, então apoiaram os cotovelos num banco, para fazer a rosca direta, assim nasceu um dos melhores exercícios para bíceps de todos os tempos, a rosca Scott.
Larry Scott, o primeiro fisiculturista profissional gostou do exercício e utilizou a  chamada rosca na prancha, como seu exercício preferido para o bíceps. Scott, que era um atleta famoso e já exibia um braços enormes, sem dúvida popularizou o exercício, daí o nome: Rosca Scott.





Técnica de treino:

Toda a porção anterior do braço é fortemente solicitada no exercício Rosca Scott: bíceps braquial, braquial e, em menor extensão, o coracobraquial e antebraço. 
A porção do bíceps mais próxima do cotovelo é a que sofre o maior stress, em função da posição de flexão do ombro. com o  peito no banco, empunhando a barra em supinação; com os cotovelos totalmente estendidos, eleve a barra até a contração máxima do bíceps, evitando levar o tronco para trás; desça lentamente até a extensão do antebraço. 
Nas roscas, duas formas de respiração são utilizadas: a inspiração feita no movimento concêntrico (quando o braço é flexionado) e a expiração durante a excêntrica. 
Ou, ainda, iniciando o movimento com os braços flexionados, inspirando a partir da extensão do antebraço e expirando ao contrair novamente o bíceps.Evite estender totalmente o antebraço nas primeiras repetições e utilize cargas moderadas no início.