sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Conheça os alimentos que combatem o envelhecimento

Você sabia que uma dieta rica em cálcio, potássio e cobre pode dar um basta no envelhecimento? Esses nutrientes combatem as dores e a falta de memória!


suco de laranja

Suco de laranja ajuda a combater a pressão arterial descontrolada
Foto: Dreamstime

O que comemos (ou não!) pode acelerar o envelhecimento e comprometer a nossa qualidade de vida. "Em geral, o brasileiro não está acostumado a ingerir frutas, legumes, óleos de boa qualidade, peixes e verduras todos os dias. Pelo contrário, nossas refeições estão recheadas de carboidratos, gorduras trans, alimentos processados e pobres em nutrientes, que comprometem o bom funcionamento do corpo e da mente", explica o endocrinologista Wilmar Accursio, presidente da Sociedade Brasileira para Estudos do Envelhecimento.

Entretanto, a boa notícia é que podemos adotar um cardápio com o objetivo de retardar ao máximo o início das doenças que acompanham o envelhecimento. "Tal processo está diretamente relacionado com o que comemos", diz o nutrólogo Alexander Gomes de Azevedo (SP). A seguir, descubra como corrigir sua alimentação:


A memória anda preguiçosa?


VOCÊ PRECISA DE: ômega 3

Os ácidos graxos ômega 3 e ômega 6 são tão importantes que, sem eles, os neurônios não funcionam direito, a memória falha e ainda é possível surgir a depressão. O endocrinologista Wilmar Accursio dá a dica: "consumido diariamente, o ômega 3, melhora as trocas entre as células e a velocidade de comunicação dos neurônios". Quando não conseguimos repor a deficiência desse nutriente, o nutrólogo Alexander Azevedo recomenda ingerir cápsulas de ômega 3. "Mas consulte um médico antes", alerta o especialista.

COMO DIAGNOSTICAR: faça um check-up da sua alimentação. Se diariamente você não come peixes, nozes ou semente de linhaça moída, a quantidade necessária de ômega 3 é insuficiente!

CONSUMA: 1 colher (sopa) de semente de linhaça ou 3 colheres (sopa) de abacate ou 1/2 xíc. (chá) de espinafre cozido ou 7 nozes.


As articulações estão enferrujadas?


VOCÊ PRECISA DE: cobre e manganês

Esses minerais impedem a deterioração do colágeno, fundamental para a flexibilidade das articulações. Quando o colágeno está em ordem, as dores não aparecem nessas regiões.

COMO DIAGNOSTICAR: se as dores são constantes, procure um médico para avaliar o caso. Com um exame de sangue é possível checar se os incômodos estão relacionados com o desgaste das articulações ou se há doença inflamatória.

CONSUMA: 2 col. (sopa) de chocolate em pó + 3 fatias médias de abacaxi + 2 nozes + 4 col. (sopa) de aveia + 1/2 xíc. (chá) de espinafre cozido + 1 col. (sopa) de linhaça + 1 noz + 50 g de chocolate amargo + 200 g de fígado.


A pressão arterial vive fora de controle?


VOCÊ PRECISA DE: potássio e cálcio

O maior problema da pressão alta é o sal em excesso na dieta diária, associado à baixa quantidade de potássio e cálcio. No organismo, quando a taxa de potássio não está adequada, o sódio em excesso entra nas células, provocando inchaço e aumento da pressão arterial. Já a deficiência de cálcio pode levar à maior pressão nas artérias, o que contribui para a hipertensão. O potássio e o cálcio também são importantes para regular os batimentos do coração. Vale lembrar que você deve dispensar o sal sempre que possível.

COMO DIAGNOSTICAR: qualquer mal-estar, como enjoo, fraqueza ou tontura, pode significar que a pressão arterial está alterada. Procure um cardiologista para orientá-la, se notar que os sintomas são recorrentes.

CONSUMA: 1 concha de lentilha + 1 copo de suco de laranja + 1 banana + 1/2 xíc. (chá) de amendoim + 100 g de sardinha assada + 1/2 xíc. (chá) de amêndoas + 1 copo de leite de soja + 2 fatias de queijo branco light.