quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Por que alimentos “antiinflamatórios” auxiliam no emagrecimento?


Muitas pessoas se fazem esta pergunta e não entendem, mas na verdade, a grosso modo, a resposta é: porque o tecido adiposo é um tecido “inflamado”.


O tecido adiposo, nosso estoque de gordura corporal, produz substâncias chamadas adipocinas. A maioria destas adipocinas são pró-inflamatórias e estão associados à indução de resistência à insulina, à hipercoagulabilidade e à aterogênese, que, por sua vez, geram hipertensão, intensificação de estados pró-inflamatórios, aumento de riscos cardiovasculares e acidentes tromboembólicos, sendo que a produção e a secreção dessas substâncias aumentam à medida que se aumenta o tecido adiposo. Adipócitos hipertrofiados são produtores importantes dessas citocinas pró-inflamatórias ao mesmo tempo que apresentam limitação na capacidade de sintetizar e liberar uma importante adipocina anti-inflamatória, a adiponectina.
Por isso que é tão importante o consumo de alimentos e/ou nutrientes “antiinflamatórios” quando o emagrecimento está em jogo. Essas substâncias reduzem a inflamação, melhorando a resistência à insulina, facilitando então o emagrecimento.
Dentre os nutrientes e compostos bioativos presentes nos alimentos, que favorecem esta ação anti-inflamatória, tem-se: os ácidos graxos ômega-3, a epigalocatequina galato (encontrada no chá verde), o resveratrol (encontrado nas uvas, vinho tinto, suco de uva), a curcumina (presente na cúrcuma), a quercetina (presente na cebola, maçã, brócolis, etc.), o tirosol (presente no azeite de oliva), o licopeno (encontrado no tomate, melancia, goiaba, etc.), gingerol (gengibre), entre outros.
Portanto, se quiser emagrecer de forma eficaz e melhorando a sua saúde, não deixe esses alimentos de lado e, é claro, aposte em um bom exercício físico. Entretanto, para uma orientação mais específica e que adeque de forma correta estes e outros alimentos na sua rotina alimentar, procure um nutricionista especializado.


Por  EMILY BRANDÃO   
Fonte: http://www.sncsalvador.com.br/snc/noticias/383-por-que-alimentos-antiinflamatorios-auxiliam-no-emagrecimento.html