terça-feira, 10 de abril de 2012

Fisiculturista Sérgio Oliva "O Mito"


"...Sem sombra de duvida o nome Sérgio Oliva é imortal no mundo do bodybuilding. Com uma estrutura , a mais surpreendente, de osso e potência muscular jamais vista em ser humano. Sérgio Oliva construiu um físico que desafia literalmente a imaginação. Imagine um físico com coxas maiores que a cintura. A medida das coxas de Sérgio eram de 30 polegadas (76 cm), no entanto, sua cintura era de apenas 28 polegadas (71 cm). Imagine um físico onde os braços são maiores que a cabeça , e então você poderá começar a apreciar um espécime surpreendente que é Sérgio Oliva...."

Chris Lund – Um dia com Sérgio Oliva – 1982

O INÍCIO DE TUDO
Em 18 de Setembro de 1965, Joe Weider, elaborou o que seria um marco no fisiculturismo profissional, um campeonato chamado "Mr. Olympia". O mesmo ocorreu no Brooklin Academy of Music, localizado na cidade de Nova Iorque. Desde o primeiro vencedor : Larry Scott (1965) até o atual detentor do titulo, Ronnie Colleam (2006), diversos atletas desfilaram pelos palcos deste torneio. Muitos obtiveram grande destaque, principalmente Arnold, que a partir do seu sucesso no Olympia, começou a fazer filmes e muito tempo depois elegeu-se governador da Califórnia.
Não obstante o sucesso de vários atletas, um merece um destaque todo especial. Um cubano, de sorriso fácil, adjetivado como "O mito " ( pelo qual seria conhecido ), " O homem que veio de Marte", suas fotos causavam perplexidade nos bodybuilders da época, inclusive a Mike Mentzer, sendo que uma delas ( posição frontal de braços erguidos – encontrada em sua pagina oficial), tornou-se como sua marca de visita, sendo nomeada por ele como: “pose da vitoria”.

 O INÍCIO NO ESPORTE E O ASILO POLÍTICO
Nascido em Cuba, em 14 de Julho de 1941, na cidade de Guambaco . Sérgio, um atleta
natural , forte e flexível, dirigiu seus esforços para o estilo olímpico. Com 20 anos tornou-se o melhor levantador de pesos do seus país. Representou Cuba nos jogos pan- americanos de 1961 na Jamaica (Kingston ) tendo levantado 198 lbs. Devido ao advento do regime Castrista, nesta oportunidade , tanto Sérgio como todo time de levantamento olímpico de Cuba, pediram asilo político no consulado americano em Kingston.
 SUA CARREIRA NOS ESTADOS UNIDOS
Num primeiro momento, Sérgio estabeleceu-se em Miami, mas por alguma razão, transferiu-se para Chicago. Nesta cidade, não só ele começou a ficar famoso como também o Center of the Arts YMCA Duncan, também aqui ele tornou-se oficial de policia, paralelamente continuava a participar de campeonatos de levantamentos olímpicos, antes de se concentrar exclusivamente no fisiculturismo profissional. Neste período, Bo Gadja, que mais tarde iria transforma-se no Mr América, começou a trabalhar com Sérgio, ensinando-o os macetes do bodybuilding. Devido a sua grande genética e dedicação, Sérgio começou a ser respeitado no meio. Apesar de sua formidável forma, Sérgio não poderia competir no Mr América, já que naquele período, seria impossível algum atleta, que não fosse branco, competir para títulos superiores ao AAU ( União dos Atletas Amadores), por este motivo, Sérgio deixou o AAU e filiou-se ao IFBB.
 OS CAMPEONATOS
Após ter ganho o Mr Mundo em 1966 (IFBB), Sérgio inscreveu-se no Mr Olympia do mesmo ano, porem teve que assistir a vitória de Larry Scott. Após este campeonato, Sérgio, devido a sua excepcional forma, começou a ser tratado como imbatível. Ganhou o Sr. Mundo em 1967 e colecionou 3 títulos consecutivos do Mr. Olympia (1967, 1968, 1969). Neste último, batendo um novato chamado Arnold Schwarenegger. Arnold daria o troco no ano seguinte (1970) e também venceria Sérgio em 1972
TÍTULOS E PARTICIPAÇÕES
  • 1985 Mr. Olympia - oitavo
  • 1984 Mr. Olympia - oitavo
  • 1978 WBBG Mr. Olympus – campeão
  • 1976 WBBG Mr. Olympus - campeão
  • 1975 WBBG Mr. Olympia International - campeão
  • 1974 WBBG Mr. Azteca International - campeão
  • 1973 Mr. International - campeão
  • 1973 WBBG Mr. Galaxy - campeão
  • 1972 WBBG Mr. Galaxy - campeão
  • 1972 Mr. Olympia – segundo
  • 1971 Pro Mr. Universe tall - segundo
  • 1969 Mr. Olympia - campeão
  • 1968 Mr. Olympia - campeão
  • 1967 Mr. Olympia - campeão
  • 1967 Mr. Universe Tall - campeão e no Overall
  • 1966 Mr. Olympia - segundo
  • 1966 Mr. America - segundo
  • 1966 Jr. Mr. America - campeão
  • 1966 Mr. World - campeão
  • 1965 Mr. America - quarto
  • 1965 Jr. Mr. America - secundo
  • 1964 AAU Mr. America - sétimo
  • 1984 Mr. Mid-States - campeão
  • 1964 Mr. Illinois - campeão
  • 1963 Mr. Young Chicagoland – campeão
  • Mr World em 1966