terça-feira, 15 de maio de 2012

Uma campeã que extrapola as fronteiras da cidade e do País


Hoje, com 35 anos, e um filho de 15, Taís Oshita, acumula vários títulos como campeã paranaense, brasileira e mundial de musculação. Ela é o que se pode chamar de um exemplo de superação para muitas mulheres. Isto porque, antes mesmo de se tornar uma atleta, Taís abandonou o vício pelo cigarro e venceu a obesidade em nome da autoestima. 

Foi aos dezenove anos, quando ficou grávida, que os problemas com a balança começaram. Taís conta que engordou muito e teve de parar as atividades de trabalho.















"Naquela época cheguei a pesar 101 quilos", lembra emocionada. Segundo a fisiculturista, foram tempos difíceis, com o filho pequeno e cursando faculdade de Educação Física ela teve de vencer as dificuldades e voltar à academia para trabalhar. "Graças ao apoio da minha mãe, consegui conciliar os estudos com a maternidade", revela.

Em 2001, Taís descobriu que tinha hipotiroidismo. Mesmo com uma carga de atividades físicas bastante alta, ela não conseguia emagrecer, por isso, procurou uma endocrinologista, que acabou constatando por meio de exames o problema. Ela também teve de lutar contra outras doenças oportunistas, decorrentes da obesidade.

Dieta balanceada, disciplina e musculação pesada, passaram a fazer parte da rotina dela com mais intensidade. Apesar de desde os três anos, ter feito balé e praticado natação e jogado tênis, o que a incluenciou na escolha por Educação Física, Taís foi muito determinada para alcançar os resultados desejados.

A paixão pelo fisiculturismo veio em 2006. “Eu já trabalhava como personal trainer, quando assisti pela primeira vez uma competição organizada pela Federação Paranaense de Musculação Atlética (NABBA-PR). Fiquei encantada!”, conta. “Foi a partir daí que comecei a me aprofundar em estudos e pesquisas voltadas para a musculação”, completa.

“Um ano depois de conhecer o trabalho e a garra da também atleta e campeã mundial Sílvia Finocchi, é que comecei a focar meus objetivos na musculação, mas ainda não me imaginava competindo”, destaca. Mas, foi em 2008 que Taís subiu pela primeira ao pódio como campeã do Brasileirão da NABBA.

Para se preparar para as competições, ela contratou uma equipe, da qual Sílvia fazia parte e seguiu a risca todas as orientações. “Foram meses de treino pesado, mas muita determinação. Acho que o segredo para chegar onde se quer, é manter o foco, sempre!”, destaca.

Outros títulos vieram em 2009 e 2010. Mas, o ritmo acelerado das competições por vários países e a rotina incessante de treinos pesados, exigiram abdicação do tempo dela à família. 

Embora o filho Gabriel, que sempre esteve por perto, dando apoio à mãe campeã, e também o carinho e respaldo recebidos da própria mãe, Taís sentiu necessidade em “dar um tempo” das competições.

Foi aí que decidiu abrir o próprio centro de treinamento físico, que funciona todos os dias da semana para atender pessoas que descobriram na musculação um estilo de vida. Atualmente, Taís se dedica com exclusividade à montar os treinos dos alunos e acompanhar a evolução de cada uma das mulheres, que a procuram motivadas pelo exemplo de superação.