quinta-feira, 14 de junho de 2012

Jack3d Foi Proibido pela FDA (ANVISA dos EUA)


Suplementos alimentares com o estimulante DMAA (1,3-dimethylamylamine) são proibidos pela FDA por risco de ataque cardíaco



No dia 18/5/2012 percebemos que o suplemento alimentar mais controverso de todos os tempos não estava mais à venda numa das maiores lojas do mundo de suplementos alimentares, a famosa Bodybuilding.com


Assim que verificamos a situação entramos em contato com o site Bodybuilding. Até o momento não obtivemos resposta. No site da USP labs, fabricante do Jack3d, não encontramos nada a respeito.
Resolvemos aprofundar nossas pesquisas e achamos a resposta: A FDA – U.S. Food and Drug Administration (agência reguladora norte-americana semelhante à nossa ANVISA), encaminhou a todas as fabricantes de produtos com 1,3-dimethylamylamine (ou methylhexanamine ou geranium extract ou DMAA) uma carta de alerta por falta de evidências em torno da segurança da substância estimulante.
Veja a seguir quais foram os fabricantes notificados e por quais suplementos alimentares:

Company Product(s)
 Exclusive SupplementsBiorhythm SSIN Juice
 Fahrenheit NutritionLean Efx
 Gaspari NutritionSpirodex
 iSatori Global Technologies, LLCPWR
 Muscle Warfare, Inc.Napalm
 MuscleMeds Performance TechnologiesCode Red
 Nutrex ResearchHemo Rage Black
Lipo-6 Black Ultra Concentrate
Lipo-6 Black
Lipo-6 Black Hers Ultra Concentrate
Lipo-6 Black Hers
 SEI PharmaceuticalsMethylHex 4,2
 SNI LLCNitric Blast
 USP Labs, LLCOxy Elite Pro
Jack3D

Fonte: http://www.fda.gov/NewsEvents/Newsroom/PressAnnouncements/ucm302133.htm
A princípio, as cartas de alerta enviadas pela FDA não proibem as vendas dos suplementos alimentares atingidos pelo alerta, mas o contéudo das cartas é rígido. Nelas a FDA avisa que antes de vender produtos ao consumidor, o fabricante tem o dever de apresentar estudos que demostrem a segurança das substâncias, e nenhuma evidência nesse sentido teria sido apresentada pelas marcas de suplementos notificadas. Isso quer dizer, em outras palavras, que a venda não seria permitida.
Segundo a FDA, a substância DMAA estreita as veias e artérias do organismo, provocando aumento da pressão arterial e colocando em risco o sistema cardiovascular, aumentando as chances de falta de arangina e ataque cardíaco.
Ademais, a FDA alertou os fabricantes que a DMAA sintética não pode ser enquadrada como “dietary ingredient” (ingredientes de suplementos alimentares devem ser: vitaminas, minerais, aminoácidos, ervas ou outras plantas, substâncias para complementar uma dieta alimentar humana, ou uma variação dessas substâncias alimentares).
A agência de vigilância sanitária norte-americana deu 15 dias para que as fabricantes de suplementos alimentares se manifestem sobre os alertas.
É bom anotar que no mês passado nós publicamos uma matéria (Jack3d é Seguro!) que tratava de um estudo patrocinado pela USP labs a fim de desmentir os boatos de que o Jack3d causava mal à saúde.
Agora resta saber se a FDA vai achar que os estudos contratados pela USP labs são suficientes para demonstrar que o uso do estimulante DMAA não oferece riscos à saúde. Além disso, não poderão ser incluídas nos suplementos substâncias sintéticas, a DMAA terá que ser obtida da planta flor-de-gerânio.


Será que os suplementos alimentares com DMAA vão vingar? Será que a substância estimulante DMAA é realmente segura como capitaneou a USP labs? Enquanto não temos resposta, permaneceproibida nos EUA a venda dos suplementos alimentares com DMAA, por serem considerados impróprios para consumo, em razão da falta de evidências de segurança.