Panturrilhas, por exemplo, dificilmente ganham volume. “O sistema muscular é dividido em tipos de fibras musculares. Temos as de tipo 1 e de tipo 2, entre outras. Esse último tipo, as chamadas fibras brancas, tem mais propensão a hipertrofia. Já as vermelhas, de tipo 1, são de resistência, que dificilmente ganham volume”, esclarece Amilcar Bettini, médico especializado em endocrinologia e ganho de massa muscular, do Rio de Janeiro. O que as difere são suas funções para o corpo. “Os quadríceps precisam de força para movimentar o corpo. Já as panturrilhas, de resistência para sustentar o peso”, especifica Bettini. Além de beneficiar a postura e o equilíbrio, segundo Rodrigues, força, potência, flexibilidade e mobilidade são outras aptidões que podem ser trabalhadas independentemente das características genéticas da musculatura. Nas próximas páginas, você conhecerá melhor os músculos das pernas e terá acesso a exercícios para acabar com os cambitos, com as pernas de grilo, de garça, a canela seca…
Passe o cursor sobre o infográfico para visualizar os músculos da perna:
Fortaleça seus pilares!