quinta-feira, 20 de março de 2014

Exercício isométrico reduz a pressão arterial

Pesquisa brasileira mostrou que série de apenas 12 minutos diminuiu, em média, 10 mmHg da pressão. 

140305_dest_exercicios

Um estudo brasileiro aponta uma nova forma de controlar a pressão arterial. O exercício físico, como o aeróbico, já é visto como um aliado de hipertensos. Agora, a pesquisa publicada na revista "Sports Medicine”, uma das principais da área, garante que os benefícios também ocorrem com o chamado exercício isométrico, aquele em que não há movimento, e sim, a contração muscular. Um exemplo é apertar uma bolinha de borracha com a mão. Realizado em parceira com pesquisadores de Canadá, Bélgica e Inglaterra, o estudo mostra que este tipo de exercício foi capaz de reduzir em média 10 milímetros de mercúrio (mmHg) da pressão de hipertensos.

No experimento, os pesquisadores usaram um equipamento parecido com um exercitador de mãos (ou hand grip). Era medida a força máxima do voluntário, que passava então a fazer duas séries de dois minutos a 30% de sua força com as mãos esquerda e direita. O programa durava 12 minutos, e esta rotina foi mantida por dez semanas. Depois deste período, eles notaram a melhora no quadro da pressão arterial dos indivíduos.

- O músculo contraído impediu o fluxo sanguíneo arterial, reduzindo a passagem de sangue - explicou Cláudio Gil, um dos autores do estudo e diretor médico da Clinimex, especializada em medicina do esporte.

De acordo com Gil, este treino é seguro e pode ser indicado para hipertensos como uma forma simples e fácil de reduzir a pressão arterial.

- Em dez semanas são notados os resultados, mas sugiro que ele adote este hábito. Ele pode fazer isso vendo TV, lendo o jornal, é muito simples. Tem quase o mesmo efeito da medicação - defendeu. - Nós comprovamos os resultados nesta série de exercícios, mas provavelmente outras atividades isométricas têm este benefício.

Uma revisão publicada pela Associação Americana do Coração em 2013 corrobora este resultado, apontando que “evidências sugerem que exercícios isométricos, particularmente o do aperto da mão, reduzem significativamente a pressão sanguínea”. O órgão ressalta, no entanto, que ainda poucos estudos foram publicados na área e que são necessários experimentos de larga escala para comprovar estes resultados. O documento finaliza afirmando que isto “traria grande benefício para o campo porque ainda existe uma preocupação entre especialistas de saúde sobre os possíveis riscos do exercício isométrico”.

Há algumas décadas, acreditava-se, por exemplo, que o exercício físico era contraindicado para hipertensos e pessoas com doenças cardiovasculares, pois sabe-se que o treino costuma aumentar o ritmo cardíaco. Entretanto, novos estudos mostraram os benefícios do exercício para a saúde do coração.

A mudança do estilo de vida é a principal forma de controlar a pressão arterial, como parar de fumar, controlar o peso, ter uma alimentação saudável, reduzir a ingestão de sal e manter-se fisicamente ativo.

Fonte: http://www.educacaofisica.com.br/index.php/ciencia-ef/canais-cienciaef/fisiologia/27008-exercicio-isometrico-reduz-a-pressao-arterial