iStock_000026521008LargeFoto: iStockphoto
1) O superforte
Vale também para o super-rápido, se você corre ou pedala. Segundo estudo publicado na revista Science (EUA), quem faz exercícios ao lado de pessoas com idade, massa corporal e nível de preparação física semelhantes tem três vezes mais chances de se manter firmes no treino. Portanto, prefira malhar com alguém que não seja muito melhor do que você. De acordo com pesquisa da Universidade do Kansas (EUA), exercitar-se com uma pessoa que tem condicionamento até 40% melhor do que o seu pode fazer com que você treine até 90% mais pesado. Fique esperto para não inverter essas porcentagens.
2) O reclamão
É chato ficar perto de alguém que se queixa da vida o tempo todo, certo? E além de torrar a paciência, esse tipo de brother tende a atrapalhar seus ganhos na academia. Em pesquisa da Universidade de New Hampshire (EUA), estudantes foram divididos em dois grupos. Após o treino, os membros da primeira turma tiveram de se lembrar de algo bom que ocorreu durante o exercício. Já os da outra se recordaram de coisas negativas (como contusões ou objetivos não alcançados). Resultado: após uma semana, quem trouxe à memória lembranças positivas teve maior frequência nos treinos.
3) O melhor amigo
Deixe para encontrá-lo no bar. Segundo estudo publicado no periódico Psychological Science (EUA), pessoas que apoiam você demais o deixam propenso a relaxar na busca por metas. Segundo os responsáveis pela pesquisa, isso gera um estímulo autorregulatório que faz com que você não se esforce tanto quanto pode. Um colega de malhação que cobra melhorias no seu desempenho é quem realmente ajuda.
Fonte:http://menshealth.abril.com.br/fitness/sem-categoria/muito-ajuda-quem-nao-atrapalha/